Data: 25/02/2015 18:34:42 - Visualizações: 1289 Imprimir

MUNDO. Jornalistas são presos em Paris em meio ao mistério de drones

Três jornalistas da rede Al-Jazeera foram presos nesta quarta-feira em Paris após comandarem o voo de um drone nos arredores da capital francesa, no momento em que autoridades francesas investigam misteriosos voos de aeronaves não-tripuladas nas noites de segunda e terça-feira na cidade.

Foto da notícia

O voo não-autorizado de drones é proibido em Paris e punido com um ano de prisão e multa de 75 mil euros. A apreensão quanto aos voos misteriosos ocorre num momento de tensão com a segurança na capital francesa, após os atentados de janeiro contra o semanário Charlie Hebdo.

A polícia afirmou que, por enquanto, não há indicativos de que os jornalistas (todos britânicos, segundo a Al-Jazeera) estejam conectados aos voos noturnos de drone.

A Al-Jazeera afirmou que eles foram detidos enquanto faziam uma reportagem justamente a respeito dos voos misteriosos de segunda e terça-feira.

Uma fonte afirmou à agência France Presse que "um (dos jornalistas) estava pilotando o drone, o segundo estava filmando e o terceiro estava assistindo".

Os três podem ficar detidos por no máximo 24 horas, segundo a lei francesa.

Mistério

A aparição dos drones noturnos nos locais mais famosos de Paris pela segunda noite seguida causou apreensão na capital francesa e está sendo investigada pela polícia.

No total, os drones foram vistos cinco vezes pela polícia e pelo público entre as 23h da terça-feira (horário local) e 2h da madrugada desta quarta-feira, segundo informações da imprensa francesa.

Até três drones foram vistos perto do museu de L'armé e da Place de la Concorde, e dois foram vistos perto dos antigos portões da cidade.

Cinco drones foram vistos na noite anterior em áreas próximas e também perto da torre Eiffel e nos arredores da embaixada americana, perto da Place de La Concorde.

Também apareceram aeronaves não-tripuladas em pontos mais distantes do centro, em áreas importantes para o transporte na capital francesa como Porte de Clignancourt, no norte, e Porte de Saint-Cloud, no sudoeste.

Drones menores são baratos e fáceis de se comprar na França, mas a aparição destas pequenas aeronaves nos últimos meses em pontos importantes de Paris gerou preocupação entre as autoridades francesas.

Alguns dos drones sobrevoando Paris foram flagrados por câmeras de vídeo e as imagens serão analisadas por uma equipe de dez investigadores. A equipe foi formada depois dos primeiros drones serem avistados na capital francesa.

E estas aeronaves podem fornecer imagens aéreas de alta qualidade quando equipadas com câmeras de vídeo.

A apreensão com estas aeronaves começou no mês passado. Em janeiro um drone foi visto sobrevoando o Palácio Elysée, a residência do presidente François Hollande, e, em outubro, várias usinas nucleares do país foram sobrevoadas por drones.

Por enquanto as autoridades não sabem se os operadores destes drones significam algum tipo de ameaça à segurança ou se são apenas entusiastas destas pequenas aeronaves.

O porta-voz do governo Stéphane Le Foll disse que "não há nada com o que se preocupar" no caso.

Analistas afirmam que as autoridades provavelmente temem mais pela segurança do público no chão, caso eles sejam atingidos por algum destes drones, do que pelo risco à segurança do país.

Fonte: BBC BRASIL Foto> Reuters

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados