Data: 17/04/2015 16:09:10 - Visualizações: 1638 Imprimir

ARAGUAÍNA. MEC visita Araguaína para implantação do curso de Medicina

Mais um passo foi dado para a implantação do curso de medicina em Araguaína. Na manhã desta sexta-feira, 17, uma equipe composta por representantes do Ministério da Educação (MEC), Universidade Federal do Tocantins (UFT) e da Prefeitura de Araguaína, participou de uma reunião na Secretaria Municipal da Saúde e depois visitou a unidade básica de saúde (UBS) do Bairro JK, finalizando no Hospital Regional de Araguaína (HRA).

Foto da notícia

De acordo com a professora Maria Gorete Frota Ribeiro, membro da Comissão do MEC para implantação de curso de Medicina nas universidades federais no Brasil, este é um processo que avalia o que está no projeto pedagógico com a realidade no Município. “Nós estamos vendo se as condições de saúde e o que foi colocado no projeto pedagógico coincidem com o que é necessário com as orientações gerais do Ministério da Educação para a abertura de cursos de Medicina nas universidades federais”, explicou.

Segundo Maria Gorete, a equipe do MEC avalia três aspectos importantes para se implantar o curso de Medicina: o pedagógico, a relação com o sistema de saúde e a relação desse sistema de saúde com a comunidade local. “Esses aspectos são importantes para que o estudante tenha um papel mais ativo para incorporar o que ele aprendeu na sua vida profissional, entenda as perspectivas futuras para o local e contribua para o aprimoramento da saúde e da sociedade, que é o que a gente quer para todo mundo”, completou a professora.

Município
O secretário municipal da Saúde, Jean Luís Coutinho, destacou a importância do envolvimento do Município nesse processo de implantação do curso de Medicina em Araguaína. “O prefeito Ronaldo Dimas, através da Secretaria da Saúde, não está medindo esforços para que esse curso venha para o município de Araguaína”, apontou.

Coutinho explicou ainda que a atual gestão vem trabalhando na reestruturação das unidades básicas de saúde para que se tenham a melhor atenção e o melhor atendimento à população. “Sabemos das dificuldades, passamos as dificuldades, e passamos a realidade e o futuro também. Nós estamos hoje em uma unidade que é o futuro das unidades básicas de Araguaína: informatizadas e com a implantação do 0800”, disse o secretário, referindo-se à UBS do JK.

 UFT
O diretor do Campus da UFT de Araguaína, Luís Eduardo Bovolato, explicou que a partir de agora será feita a organização da estrutura física básica necessária, como laboratório, biblioteca, salas de aula. Bovolato informou ainda que acadêmicos de Palmas farão residências em Araguaína. “O curso de Medicina em Palmas já está mais estruturado, isso vai permitir que alunos de lá possam vir para Araguaína”, detalhou.

Entre as residências médicas a serem criadas pela UFT em Araguaína estão medicina da família, oftalmologia, clínica médica, pediatria. O diretor do campus tem a expectativa que a partir de 2016 o curso de Medicina já esteja implantado na cidade.

Equipe
Participaram da visita em Araguaína, as professoras da Comissão do MEC, Maria Gorete Frota Ribeiro e Alessandra Carla de Almeida Ribeiro; o coordenador do curso de Medicina da UFT em Palmas, Paulo Giovani Pedreira; o assessor de Desenvolvimento Institucional, Neilton Araújo de Oliveira; o professor João Arraes, e o médico recém-formado pela UFT, Antônio Oliveira dos Santos Júnior. Por parte do Município, estavam o secretário da Saúde, Jean Luís Coutinho, e o secretário executivo, Lucas Moreira.

Fonte: ASCOM PREF ARAGUAINA Foto: ASCOM PREF ARAGUAINA

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados