Data: 03/05/2015 07:44:15 - Visualizações: 1282 Imprimir

FINAL DO GOIANÃO. Decisão quase decidida

Com expectativa de grande público e com vantagem bastante significativa, Goiás caminha para o quase certo 25º título goiano. Azarão, Aparecidense tenta um verdadeiro “milagre” para tentar surpreender.

Foto da notícia

Algumas máximas do futebol sempre aparecem em momentos de decisão. “O futebol é uma caixinha de surpresa” e “o jogo só acaba quando termina” cabem para a situação da final do Campeonato Goiano, entre Goiás x Aparecidense. No entanto, é difícil acreditar que o esmeraldino não saia do Serra Dourada hoje com o título da temporada.

Isso porque no primeiro confronto, em Aparecida de Goiânia, o alviverde da capital não se intimidou com o mando de campo do Camaleão e saiu vencendo por 2 a 0. Como fez uma campanha melhor na primeira fase, o Goiás só perde o título caso perca por 3 a 0, em pleno Estádio Serra Dourada.

Amargando um campeonato de muitas críticas por parte da torcida e de baixa média de público, a expectativa é que esse quadro mude para a final.

A diretoria esmeraldina fechou um acordo comercial com a empresa de picolés e sorvetes Creme Mel, que subsidiou os ingressos da partida, que estão sendo trocados por palitos de picolé. Até o fechamento da edição, mais de 20 mil ingressos já haviam sido trocados.

Felipe Menezes espera reconquistar Goiano, agora com protagonismo

Criticado no Palmeiras, o meia Felipe Menezes retornou ao Goiás no início do ano cercado de desconfiança. No entanto, a contratação teve o referendo de Hailé Pinheiro, presidente do Conselho Deliberativo, e após a disputa da competição se mostrou um acerto da diretoria. Com gols decisivos, o meia se tornou o artilheiro da equipe e conduziu o time esmeraldino até a finalíssima.

Formado nas categorias de base do clube, Felipe Menezes poderá conquistar seu segundo título estadual pelo Goiás. O primeiro deles foi na temporada 2009, quando o jogador teve participação discreta. Naquele ano, o jogador chegou a ser emprestado para o Paulista de Jundiaí no primeiro semestre e atuou pouco no Goianão. Foram apenas seis jogos, todos como reserva. Em 2015, o meia é um dos destaques na campanha e comentou a importância disso para ele.

“Eu fui campeão em 2009, mas não joguei tanto quanto joguei nesse que fiquei fora de um jogo só. Vai ter uma importância grande, é óbvio que título de qualquer forma é importante, mas se a gente conseguir esse título será importante porque participei de forma mais ativa. Vamos trabalhar muito para que possa ser o primeiro título dessa temporada e continuar nessa toada”, salientou.

Questionado sobre o fato de ser apontado como um dos destaques individuais do Campeonato Goiano, Felipe Menezes acredita que seu futebol cresceu junto com a equipe. Para o jogador, o mais importante é ver sua conquista individual ser ratificada com o título de campeão goiano. Para o meia, que tem sete gols na competição, se-ria o atestado de sucesso de um elenco que não desanimou apesar das críticas.

“Foi um bom Campeonato Goiano, apesar de a equipe ter sofrido críticas por não ter jogado o futebol que a crônica esportiva e a torcida esperavam, mas a gente sabe que vínhamos em um crescente e que era importante trabalhar o time que estava em formação. Para mim foi importante, porque pude aproveitar as oportunidades, comecei no banco de reservas e tive paciência para conquistar meu espaço. Independentemente de qualquer coisa chega no final com balanço positivo individualmente, mas espero que possamos coroar isso com um título e o coletivo saia vitorioso”, analisou.

Com promoção, esmeraldinos esperam bom público

Se no primeiro jogo da final os treinos fechados e a ação nos bastidores foram importantes para movimentar o campeonato, na análise do técnico Hélio dos Anjos, para a finalíssima o agito foi outro. A diretoria do Goiás trabalhou para levar um bom público ao Serra Dourada. A ação em parceria com a Creme Mel foi um sucesso pela cidade, os esmeraldinos correram para saborear picolés e trocar dois palitos por uma entrada para a grande decisão. A expectativa da diretoria esmeraldina é casa cheia.

Durante a semana, todos os jogadores que comentaram a parceria analisaram de forma positiva e trabalham com o mesmo pensamento da diretoria. Após um campeonato inteiro jogando para estádios vazios, a finalíssima pode ser bem diferente e isso anima o elenco.

Dentro das quatro linhas, o técnico Hélio dos Anjos manteve a intensidade de atividades e fez com que os jogadores percorressem 35 quilômetros na semana. No time titular, apenas uma mudança está prevista. O volante Juliano retorna de suspensão e ganha a vaga do zagueiro David. Com isso o zagueiro Alex Alves volta para o miolo de zaga com Juliano ocupando a lateral esquerda. No mais, o time será o mesmo que venceu a Aparecidense no primeiro jogo.

Fonte: João Paulo Di Medeiros,Da editoria de Esportes, DM Foto: Mel castro

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados