Data: 20/05/2015 04:58:15 - Visualizações: 1802 Imprimir

NAZARÉ. Identificado policial militar de Araguaína acusado de matar homem com quatro tiros na cidade de Nazaré

Um PM lotado no 2º Batalhão da Polícia Militar, com sede em Araguaína, é apontado como o autor dos disparos que matou um homem, no último fim de semana, em Nazaré, no extremo-norte do Tocantins, região do Bico do Papagaio.

Foto da notícia

O crime aconteceu no domingo, 17, no povoado Mata Grande. A vítima é João Batista de Sousa Barros, de 49 anos. O suspeito é o cabo da Polícia Militar Maurílio Leite, que está afastado por licença médica.

Testemunhas gravaram o momento em que o pai do PM discute com João Batista. Em um trecho, o militar afirma que tem "vergonha na cara" e a vítima responde: "Você não tem, se tivesse você não tinha andado aqui". Maurílio, então, retruca: "Eu passei para deixar a tua mãe". A mãe da vítima é namorada do pai do cabo. 

Ao todo, foram gravados três vídeos. Em um deles, é possível ouvir alguns disparos. João Batista foi morto com quatro tiros. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no hospital de Nazaré. 

As imagens da confusão serão analisadas pela Polícia Civil (PC). Maurílio se apresentou na Delegacia de Plantão de Araguaína, acompanhado de um advogado. Como não houve flagrante, ele foi ouvido e liberado logo em seguida. 

O corpo de João Batista foi enterrado no povoado Mata Grande. Ele era natural de Barra do Corda (MA), mas morava em Dom Pedro (MA). Segundo parentes, a vítima estava passando alguns dias na casa da mãe, em Nazaré.

Fonte: REDETO Foto: Reprodução REDETO

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados