Data: 28/05/2015 07:09:04 - Visualizações: 1769 Imprimir

ARAGUAINA. Após críticas à insegurança em Araguaína e pedido de retorno de Silva Neto, Governo cita números e defende Comandante

Os índices alarmantes de criminalidade na capital econômica do Tocantins, Araguaína, ganhou a pauta de discussões entre os deputados estaduais na Assembleia Legislativa, na última terça-feira (26). Em um intervalo de apenas 10 dias foram registrados cinco homicídios e uma tentativa. Um dos casos mais revoltantes foi a morte do taxista Elesbão Alves da Silva, de 57 anos, executado com um tiro na cabeça após pegar uma corrida para Santa Fé do Araguaia.

Foto da notícia

Nos debates, o deputado Eduardo Siqueira Campos (PTB) chegou a defender o retorno do ex-comandante Major Silva Neto para o 2º Batalhão de Araguaína, por ser "muito querido pela população e temido pelos bandidos" pela sua participação ativa no combate ao crime e atuação nas operações policiais. 

Em resposta, o Governo do Estado, através da Secretaria de Comunicação (Secom), divulgou matéria afirmando que o 2º Batalhão fechou o cerco contra a criminalidade e não tem medido esforços para garantir a segurança e a ordem pública na região. O Governo também elogiou a atuação da atual comandante Major Patrícia Murussi, nomeada pelo governador Marcelo Miranda.

A área do 2º Batalhão abrange as cidades de Araguaína, Xambioá, Araguanã, Aragominas, Carmolândia, Darcinópolis, Muricilândia, Jacilândia, Piraquê, Santa Fé do Araguaia, Wanderlândia, Babaçulândia, Barra do Ouro, Campos Lindos, Filadélfia e Goiatins, além dos povoados de Araçulândia, Bielândia, Porto Lemos, Novo Horizonte e Morro Grande.

Segundo o Governo, atualmente, o 2º BPM conta com um efetivo de 480 policiais militares, entre homens e mulheres, que atuam nas diversas modalidades de policiamento. “São realizadas rondas na área bancária, na área escolar e demais localidades. A unidade também realiza constantes blitze, barreiras policiais, policiamento montado na cavalgada, operações policiais, como a Operação Presença”, diz a Secretaria de Comunicação.

Estatísticas apresentadas pelo Governo

Ainda conforme a Secom, a atuação do Batalhão se reflete em números positivos, a exemplo do número de furtos e roubos, que diminuiu consideravelmente nos primeiros quatros meses de 2015, se comparado ao mesmo período nos anos de 2013 e 2014.  “Este ano, a PM registrou 316 ocorrências de furto, ao passo em que, em 2013, foram 861 ocorrências, uma redução de aproximadamente 63,29%. Já em relação a 2014, a redução foi de 48,79%, sendo registrada em 2014 a quantidade de 617 ocorrências”, disse a Secom.

O número de roubos registrados nos quatro primeiros meses deste ano foi de 546. Em 2014, foram 840 ocorrências, com redução de 35%. Se comparado aos registros de 2013 (652 ocorrências) a diminuição é de 16%. Já o número de prisões ocorridas na área de atuação do 2º BPM aumentou. Neste ano foram realizadas, no mesmo período, 142 prisões, sendo 131 prisões em 2013 e 102 prisões em 2014. Outra atuação importante está relacionada à quantidade de armas de fogo apreendidas – um total de 35 para o ano de 2015. Em 2014 foram 21 apreensões e, em 2013, o número foi de 13 apreensões.

Dedicação

Para o Governo do Estado, os números são frutos da ação constante dos militares que atuam de forma profissional e humana. “Nossos policiais se dedicam diuturnamente à missão de servir à comunidade, e a cada dia o cerco contra a criminalidade em nossa área de atuação está se fechando. O aumento no número de prisões e apreensões favorece sem dúvida a redução da criminalidade”, avaliou a comandante Patrícia.

Segundo a comandante, o efetivo administrativo da unidade está constantemente sendo empregado na atuação operacional e tendo incentivos como o pagamento de horas extras.

O Governo disse que a segurança tem sido reforçada pela Companhia de Operações Especiais (CIOE), que também atua em apoio ao serviço ordinário, com viaturas e homens do Comando de Operações Especiais (COE), além de motociclistas do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (GIRO). A unidade também recebe reforço de militares do Batalhão de Polícia militar Ambiental (BPMA).

Tocantins Seguro

A última operação realizada pelo 2º Batalhão aconteceu no último sábado, 23, denominada “Operação Tocantins Seguro”, ocorrida na cidade de Araguaína, sob o comando da major Patrícia, e que se estende até o dia 1º de junho.

Como resultado do trabalho em conjunto e esforço direcionado, os policiais recuperaram uma motocicleta YBR, vermelha, produto de roubo, e prenderam os suspeitos Desley dos Santos Mendonça, 19 anos, e Railson Alves Ribeiro 18 anos, que conduziam o veículo no Setor Imaculada Conceição. Os dois também foram indicados como suspeitos de um roubo ocorrido horas antes, no setor Jardim das Flores. A dupla e o veículo apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde forma autuados por roubo à pessoa e receptação de veículo roubado.

“A Polícia Militar vem realizando, da melhor forma, seu trabalho na cidade de Araguaína e toda área do 2º Batalhão. Não medimos esforços para que os moradores de nossa região tenham tranquilidade no exercício diário de suas atividades e possam contar com o a atuação da PM sempre que necessário, seja na atuação preventiva, como também na atuação repressiva à criminalidade”, finalizou a comandante do 2º BPM.

Fonte: Matéria publicada no Portal AF Notícias, de Araguaina

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados