Data: 15/06/2015 10:10:30 - Visualizações: 1616 Imprimir

IMPERATRIZ. Imperatriz terá Mestrado em Direito

O advogado e ex-secretário de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão no governo Roseana Sarney, Sergio Victor Tamer, anunciou ontem, que a cidade de Imperatriz deverá contar ainda este ano com um curso de Mestrado em Direito. Tamer, que  dirige o Centro de Estudos Constitucionais do Maranhão, que edita a revista especializada em Direito, a Juris, manteve reunião com a direção da Facimp iniciando os entendimentos para que o Mestrado seja implantado na Faculdade de Imperatriz. Amanhã, em nova rodada de reuniões com a coordenação, deverá ser batido o martelo.

Foto da notícia

Além do Mestrado, Sergio Tamer também acerta detalhes para o lançamento da revista Juris em Imperatriz, no mês de julho.
Ex-presidente nacional do PR, ele afirmou que hoje está sem filiação, mas que pretende ainda voltar à vida política-partidária brevemente.

Também avaliou a situação no sistema penitenciário maranhense. Na sua opinião, o aumento dos problemas foi provocado pelo aumento de presos no complexo Pedrinhas. O que não deu tempo para que fossem feitas as separações dos que chegaram ao complexo. “Isso acabou gerando problema e criando um detonador no sistema”.
Fez ainda um balanço sobre seu período como titular da Sejap. De acordo com ele. entre 2009 e 2010, ocorreram 33 assassinatos e 30 fugas, já em 2011 caiu para oito assassinatos e 27 fugas, e em 2012, caiu para 4 e as fugas se mantiveram em 27.

Para Tamer, “o sistema estava pacificado, embora a situação prisional seja igual à saúde, todos os dias há problemas para serem corrigidos, mas graças ao trabalho social, onde registramos um dos maiores índices de presos estudando e trabalhando, conseguimos pacificá-lo”.

Ele afirma ainda que outra medida que ajudou a contribuir para a pacificação foi trazer para o interior os presos que estavam no Complexo de Pedrinhas e que depois houve o contrário, o que inchou o complexo, colocando um detonador, tornando o presídio de Pedrinhas um dos mais violentos, só perdendo para o México.

Também elogiou a conduta do responsável pela Sejap em Imperatriz, Valmir Alves, afirmando que foi importante o funcionamento da subsecretaria, embora não existisse no papel. “A contribuição do Valmir e o funcionamento da subsecretaria foram importantes aqui nesta regional para fiscalizar e firmar parcerias ao bom funcionamento do sistema prisional”.

Fonte: oprogressonet.com Foto: Divulgação

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados