Data: 03/09/2015 07:33:21 - Visualizações: 1800 Imprimir

BRASILEIRÃO. Com golaço de Bruno Henrique, Goiás bate Palmeiras e deixa Z-4

No duelo de Verdes em Goiânia, melhor para o goiano. O Goiás recebeu o Palmeiras no Serra Dourada e venceu mais uma vez os paulistas pelo placar de 1 a 0. O jogo foi bastante movimentado e com boas chances para ambos os lados. Mas em um golaço de Bruno Henrique, o Verdão goiano definiu sua vitória. No 1° turno, o Esmeraldino já tinha batido o Palestra em São Paulo. O resultado fez novamente o Goiás sair da zona de rebaixamento e chegar aos 25 pontos.

Foto da notícia

1°tempo

Complicado, brigado e sem grandes chances. Foi assim que começou a partida. O Goiás até tinha mais posse de bola mas, tirando um chute cruzado de Zé Love aos três minutos, que saiu à direita de Fernando Prass, não conseguia criar. Em uma bola parada lançada na área do Palmeiras, Érik caiu e pediu pênati, a arbitragem mandou seguir.

Mas se por um lado o time goiano tinha dificuldade de criar, por outro, segurava muito bem o adversário. Os paulistas não conseguiam sequer trabalhar a bola na intermediária sem que um esmeraldino estivesse pressionando. Isso até os 22, quando em jogada individual Dudu fez o Palmeiras assustar Renan:

O camisa 7 soltou a bomba da esquerda e viu o esmeraldino cair para mandar escanteio. Na cobrança, bate-rebate e Barrios finalizou, a bola ia entrando, a zaga chegou para cortar. Pouco depois, um lindo lance: Gabriel Jesus dominou na área, aplicou um chapéu em Fred e nem deixou a bola cair e fuzilou para o gol, mas a bola saiu por cima.

Aos 34 o Palmeiras até abriu o placar, com Lucas Barrios desviando para o gol após cobrança de falta na área, mas a arbitragem viu impedimento do atacante palestrino e invalidou a jogada. E o fim do jogo foi eletrizante: Aos 39, Zé Love girou sobre a marcação e finalizou no canto, Prass caiu e ficou com a bola.

Na sequência, o Palmeiras armou uma blitz e em três chances, de Dudu, Robinho e Barrios, a marcação tirou na boca do gol o chute. Na quarta tentativa, quando Renan fez uma defesa milagrosa com os pés, a arbitragem marcou impedimento.

2°Tempo

Se o primeiro tempo acabou em altíssima velocidade, a etapa final voltou no mesmo ritmo. Logo aos 2 minutos Fred cobrou falta próximo a área e acertou no travessão de Fernando Prass. Aos sete, Érik driblou um carrinho da zaga e levantou polêmica: ele viu que o zagueiro cortou com a mão e pediu pênalti, árbitro nada deu.

Na sequência, Renan salvou o Goiás. Barrios saiu cara a cara e finalizou, o goleiro saiu no abafa e cortou o chute. Mas foi aos 17 que saiu um golaço e o Verdão goiano abriu o placar. Bruno Henrique deu um drible desconcertante em Vitor Hugo, que caiu no chão, e bateu com categoria: Goiás 1x0 Palmeiras.

Aí o Palmeiras resolveu sair com tudo. Marcelo Oliveira colocou dois atacantes para tentar o empate. Apesar de se retrair um pouco, o Goiás conseguia achar boas jogadas em velocidade e aos 29 quase ampliou. Gimenez saiu na cara de Prass e bateu travado. A bola ia entrando devagarzinho e João Pedro chegou para tirar em cima da linha!

À partir disso o Palmeiras se desperou e foi para o abafa, sem qualquer tipo de organização. Com a zaga muito bem postada, coube ao Goiás segurar o resultado e vencer mais uma vez o time paulista na competição. O time chegou aos 25 pontos e saiu da zona de rebaixamento, empurrando o Avaí.

Fonte: Portal 730 Foto: Portal 730

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados