Data: 21/09/2015 07:16:34 - Visualizações: 2531 Imprimir

BRASILEIRÃO. Goiás vence o calor e o Joinville e ganha novo fôlego no Brasileirão

Jogando contra o Joinville e também contra um fortíssimo calor, o Goiás venceu uma importante batalha na luta contra o rebaixamento. Depois de vacilar em dois confrontos diretos (perdeu para Avaí e Ponte Preta), o Esmeraldino venceu o Joinville por 3 a 0, no Serra Dourada, atuando com 45° graus e umidade de 20%. Antes da partida a delegação do Joinville chegou a cogitar pedir suspensão do jogo, o que não aconteceu.

Foto da notícia

Os gols foram de Fred, em uma linda puxeta, e Érik (2x). Com a vitória, o Goiás somou três preciosos pontos e chegou aos 31, saindo da zona do rebaixamento. O Joinville manteve sua situação bem complicada, na vice-lanterna com 23 pontos.

1°Tempo

Debaixo de 39° e muito calor, a partida (que poderia nem ter acontecido) se iniciou com pouca movimentação. O Goiás tinha a posse de bola e trocava passes curtos, sem conseguir agredir diretamente o gol de Agenor. Zé Love era quem mais tentava, jogando aberto pela ponta esquerda, mas assim como todo o time, não conseguia ser efetivo.

O Joinville só cercava o Goiás, esperando uma situação para roubar a bola e sair em contra-ataque. O primeiro chute ao gol saiu apenas aos 12 minutos, com Felipe Menezes. Gimenez foi até a linha de fundo e cruzou para trás. O camisa 10 pegou da entrada da área, mas o chute saiu fraco e Agenor fez a defesa.

Cinco minutos depois por pouco o Goiás não abriu o placar. Fred fez um lindo lançamento para Rafael Forster. Na esquerda, ele chegou e acertou um forte chute cruzado. A bola explodiu no rosto do goleiro e saiu para escanteio. Na cobrança, o gol: Fred, que tinha achado o ótimo lançamento e proporcionado a jogada, dessa vez emendou uma puxeta dentro da área e mandou no cantinho: 1x0 Verdão.

Atrás no placar, o Joinville se viu obrigado a sair mais para o ataque e, assim, começou a criar suas chances também. Na melhor chance dos visitantes, Rogério cruzou a bola na pequena área, Edigar Júnio ia chegando para empurrar para o gol, mas Gimenez apareceu e cortou em cima da linha.

Depois dos 40, o Verde teve várias chances para ampliar. Zé Love bateu travado na zaga, Bruno Henrique pegou o rebote e chutou. Em cima da linha, literalmente, os zagueiros do Joinville tiraram a bola. Depois, Forster acertou o travessão em um cruzamento que pegou efeito e Érik, livre na área, bateu desequilibrado e errou o gol.

2°Tempo

Tirando um volante (Kadu) para a entrada de um atacante de velocidade (Marion), o Joinville voltou muito diferente para a etapa final e com outra postura. O time visitante se postou ofensivamente e usando a velocidade pelos lados, foi em busca do empate. Aos sete, Edigar Junio avançou pela esquerda e finalizou com muito perigo ao gol de Paulo Henrique. Mas a bola desviou e saiu por cima.

Chegando aos 15, o ímpeto do JEC foi diminuindo e o Goiás voltou a crescer. Em contra-ataque armado, Bruno Henrique foi à linha de fundo e cruzou na pequena área. Zé Love apareceu, mas finalizou enroscado no goleiro Agenor e a bola saiu fraquinha. O zagueiro apareceu e afastou o perigo. E quando a partida perdia em velocidade, veio um lance capital:

Gimenez disputou a bola na corrida com a marcação e foi derrubado dentro da área. Raphael Claus assinalou a penalidade e apontou a cal. Muita reclamação de que o lateral do Goiás teria se jogado. Érik não quis saber de nada disso, foi para a cobrança e bateu caprichosamente. Ela tocou na trave direita de Agenor e entrou: 2x0 Goiás.

Foi o golpe que faltava para o Joinville se render na partida. No fim, ainda deu tempo de Érik fazer mais um após boa jogada de Bruno Henrique. O atacante arrancou pela direita, saiu livre e rolou para Érik, no centro da área, fazer o da goleada: 3x0.

Fonte: Portal 730 Foto: Divulgação Vídeo: Portal 730

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados