Data: 16/03/2017 08:39:17 - Visualizações: 432 Imprimir

TOCANTINÓPOLIS. Audiência Pública sobre biometria mobiliza autoridades e indígenas Apinajé

Dos 35 mil eleitores da Zona Eleitoral de Tocantinópolis, apenas 19% compareceram ao Cartório para o cadastramento biométrico. Dessa forma, para atingir a meta de biometrizar 100% dos eleitores até o dia 26 de maio, a Justiça Eleitoral precisa atender uma média de 300 eleitores por dia.

Foto da notícia

Por isso, a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), desembargadora Ângela Prudente, durante a audiência pública, realizada em Tocantinópolis, na tarde desta terça-feira, 14, pediu o engajamento de toda a comunidade local, sociedade civil organizada, representantes políticos, sindicatos e associações na mobilização dos eleitores para o comparecimento ao Cartório Eleitoral.

A presidente ressaltou que é imprescindível a parceria com o poder executivo municipal principalmente nos atendimentos itinerantes. “Precisamos atender bem os nossos eleitores, por isso a disponibilização de servidores municipais irá agilizar os trabalhos, evitando que o cidadão perca tempo esperando na fila”, disse.

Está semana os itinerantes estão acontecendo nos municípios de Nazaré e Palmeiras do Tocantins e seguem até o dia 24/3. Em Angico os atendimentos serão feitos nos dias 27/3 a 7/4, em Aguiarnópolis dos dias 27/3 até 20/4, em Luzinópolis de 17 a 28/4 e em Santa Teresina de 2 a 12/5.

“Os eleitores desses municípios devem ficar atentos aos atendimentos itinerantes, a Justiça Eleitoral está indo até o cidadão, pois entende as dificuldades de deslocamento até a sede do Cartório em Tocantinópolis”, orientou o juiz eleitoral Helder Carvalho.

O promotor eleitoral, Eurico Puppio, ressaltou que o Ministério Público abraça essa causa, “porque o voto biométrico irá evitar possíveis fraudes e legitimar os representantes escolhidos pelo povo”, disse.

Indígenas

A audiência pública também contou com a presença de representantes da Funai, Ibama e indígenas Apinajés.

O cacique Emílio Apinajé da Aldeia Mariazinha se comprometeu a levar as informações sobre o cadastramento biométrico para os outros indígenas, já que o setor possui 13 aldeias. “Vamos fazer uma reunião com todos os caciques para repassar as informações, para nós é muito importante que os indígenas participem do processo eleitoral”, destacou.

A 9° Zona Eleitoral de Tocantinópolis é composta pelos municípios de Aguiarnópolis, Angico, Luzinópolis, Nazaré, Palmeiras do Tocantins e Santa Tereza do Tocantins.

Também estiveram presentes na audiência o juiz e diretor do Fórum Ariostines Guimarães, o cacique Emílio Apinajé, o diretor geral do TRE-TO Flávio Leali e o coordenador de sistemas eleitorais e logística, Rogério Nogueira.

Fonte: Folha do Bico Foto: Web

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados