Data: 18/05/2017 08:53:18 - Visualizações: 164 Imprimir

ESTADO. Defesa Civil alerta sobre riscos de queimadas

Com o fim do período chuvoso a incidência de focos de calor em áreas urbanas e rurais aumenta em todo o Tocantins. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil alerta para o risco de incêndios em terrenos baldios e em grandes áreas de vegetação. O Tocantins já ocupa o terceiro lugar no ranking nacional de queimadas com 719 focos de calor, os números foram registrados de janeiro até a última terça-feira, 16, pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Foto da notícia

Nos último cinco dias, de 12 a 16 de maio, foram registrados 50 focos de calor, o que fez com que o Estado ocupasse o primeiro lugar no ranking para o período. De janeiro até a última terça-feira, Lagoa da Confusão ocupa a quarta posição nacional com 111 focos.

Outro dado importante é que nos últimos três anos, na primeira quinzena de maio, os números demonstraram crescimento gradativo. Em 2015 foram 143 focos, em 2016 o número cresceu consideravelmente atingindo a marca de 361, em 2017 houve um pequeno acréscimo subindo para 371 focos de calor.

O coordenador da sala de situação, major Cássio Pedro, explica que é necessário que a comunidade se conscientize. "Atear fogo gera problemas para a saúde, piora a qualidade do ar e ainda pode gerar danos ao patrimônio", advertiu o major.

O coordenador explicou ainda, que geralmente os focos de incêndio ocorrem em terrenos baldios da zona urbana e em pastos de pequenos produtores da zona rural.

De acordo a Lei 9.605/98, que trata dos Crimes Ambientais, atear é fogo em áreas urbanas e de proteção ambiental é crime e pode gerar multas e penas restritivas de liberdade. As denúncias podem ser feitas por meio dos telefones 193, do Corpo de Bombeiros Militar e 199, da Defesa Civil Estadual.

Fonte: Secom Foto: Web

Veja Também

PORTAL MOURANET 2015 - Todos os direitos reservados